INTRODUÇÃO DE NOVOS ALIMENTOS NA DIETA DOS BEBÊS

Olá!

    Este é o nosso primeiro post, então que tal falarmos sobre a introdução de novos alimentos na dieta dos bebês? A primeira papinha, a primeira fruta... É uma verdadeira aventura!

    A saúde da criança depende muito da alimentação que ela recebe. É indispensável que durante os seis primeiros meses de vida o bebê se alimente exclusivamente de leite materno! Ele contém todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento da criança.  Este leite funciona como uma vacina para o seu bebê. A alimentação complementar, de preferência alternada com o aleitamento materno, só deve ser introduzida a partir dos seis meses de idade.

    A introdução precoce dos alimentos complementares diminui a duração do aleitamento materno, interfere na absorção de importantes nutrientes que este leite contém, como o ferro e o zinco. Recentemente tem-se associado à introdução precoce da alimentação complementar com o desenvolvimento de alergias.


    O aparelho digestivo do bebê não está preparado para receber, por exemplo, o leite de vaca mesmo que seja diluído, antes do primeiro ano de vida.

Retirado do Manual de Orientação Departamento de Nutrologia – 2013 da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)

    É indispensável sabermos também que, por outro lado, introduzir os alimentos complementares tardiamente é desfavorável, porque o crescimento da criança fica mais lento e o risco de desnutrição e deficiência por falta de nutrientes aumenta. 
    É muito importante que a mamãe esteja atenta à alimentação do bebê, para que essa introdução seja no tempo certo e com os alimentos adequados para a sua faixa etária. Assim você respeita e prioriza o desenvolvimento saudável da sua criança!

    Alguns alimentos que não devem fazer parte da alimentação do seu bebê antes do primeiro ano de vida:

·         *  Leite de vaca e derivados
·         * Sal (crie novos sabores a partir dos temperos naturais)
·         * Açúcar e tudo que contém  açúcar.
·         * Mel, para prevenir ingestão de esporos da bactéria que causa o botulismo.
·         * Bolacha de maisena (basta ler o rótulo)
·         * Frutos do mar (risco de intoxicação e alergia alimentar)

    A partir dos seis meses começa uma nova aventura! O bebê esta pronto para experimentar novos sabores e novas texturas. Começando por uma alimentação semi-sólida e depois sólida, com características especiais e diferentes da alimentação do adulto.


    Os primeiros alimentos a serem habitualmente introduzidos são os legumes, vegetais, frutas, carnes e cereais. O ideal é existir um intervalo de três a seis dias entre a introdução de dois novos alimentos para que o bebê se habitue ao sabor de cada um e também para evitar possíveis reações alérgicas.
A primeira colherada é um momento muito especial! Registre tudo, especialmente aqueles em que você deixou o seu pequeno tocar a papinha e ele fez a maior festa!


Lembre-se: a melhor receita é aquela que você faz com todo carinho.
Alimente seu filho com comida de verdade!

Beijos!







4 comentários:

  1. Joanna Figueiredo1 de junho de 2015 09:29

    Eu sempre dou biscoito de polvilho pro meu bebê de 6 meses ficar chupando. Tem alguma restrição?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Joanna!
      Vai depender de quantos meses tem o seu bebê e qual a composição desse biscoito. A maioria contém gordura Trans e outras . De preferência aos biscoitos caseiros.
      Bjs

      Excluir
  2. Primeiro Post de muitos!
    Parabéns!
    Adorei o conteúdo abordado, linguagem simples e objetiva.
    Ruthe Mota

    ResponderExcluir