VAMOS FALAR SOBRE AS VITAMINAS!

    As vitaminas são substâncias que o organismo não tem condições de produzir e, por isso, precisam fazer parte da dieta alimentar. Suas principais fontes são as frutas, verduras e legumes, mas elas também são encontradas na carne, no leite, nos ovos e cereais.
    As vitaminas desempenham diversas funções no desenvolvimento e no metabolismo orgânico. No entanto, não são usadas nem como energia, nem como material de reposição celular. Funcionam como aditivos– são indispensáveis ao mecanismo de produção de energia e outros, mas em quantidades pequenas. A falta delas, porém, pode causar várias doenças, como o raquitismo (enfraquecimento dos ossos pela falta da vitamina D) ou o escorbuto (falta de vitamina C), que matou tripulações inteiras até dois séculos atrás, quando os marinheiros enfrentavam viagens longas comendo apenas pães e conservas.
Essas vitaminas podem ser encontradas em muitos alimentos, especialmente os de origem vegetal.
Vamos começar pelas vitaminas A, D, E K.


Vitamina A- A vitamina A é importante no crescimento, melhora a pele e o cabelo, protege os aparelhos respiratório, digestivo e urinário e também é importante para a visão. A cenoura, por exemplo, é rica em betacaroteno, substância a partir da qual o organismo produz retinol, uma forma ativa de vitamina A. Outras fontes de vitamina A: leite integral, queijo, manteiga, gema de ovo, pimentão, mamão, abóbora e verduras em geral. 


Vitamina D- A vitamina D é necessária para a manutenção do tecido ósseo, ela também influencia consideravelmente no sistema imunológico, sendo interessante para o tratamento de doenças autoimunes, como a artrite reumatoide e a esclerose múltipla, e no processo de diferenciação celular, a falta deste nutriente favorece o aparecimento de alguns tipos de câncer. A principal fonte de produção da vitamina se dá por meio da exposição solar, pois os raios ultravioletas do tipo B (UVB) são capazes de ativar a síntese desta substância. Alguns alimentos, especialmente peixes gordos, são fontes de vitamina D, mas é o sol o responsável por 80 a 90% da vitamina que o corpo recebe. Ela também pode ser produzida em laboratório e ser administrada na forma de suplemento, quando há a deficiência e para a prevenção e tratamento de uma série de doenças.


Vitamina E- A vitamina E tem como principal função no organismo a sua forte ação antioxidante. Assim, este nutriente combate os radicais livres que podem prejudicar as células. Alguns estudos apontam que justamente por sua forte ação antioxidante, a vitamina E pode proporciona benefícios como diminuir o risco de doenças cardíacas, prevenir o câncer de próstata, a degeneração da mácula, a doença de Alzheimer e a Esclerose Lateral Amiotrófica. Além disso, pesquisas observaram que a vitamina E pode ser benéfica para as gestantes, pois previne a pré-eclâmpsia. Nozes, sementes e óleos vegetais contêm altas quantidades de vitamina E. Quantidades significativas também estão disponíveis em vegetais de folhas verdes e cereais enriquecidos.


Vitamina K- A vitamina K é importante principalmente para uma boa coagulação sanguínea, evitando assim hemorragias e facilitando a cicatrização. Além disso, a vitamina K também ajuda a fortalecer os ossos porque ajuda na reposição de nutrientes e atua na prevenção de tumores e doenças do coração. A vitamina K pode ser encontrada em diferentes alimentos. Boas fontes dela são o brócolis, couve-flor, o agrião, a rúcula, o repolho, o nabo, a alface, o espinafre e outros vegetais verdes.


Agora você já sabe a importância de um prato bem colorido! Colorido com comida de verdade!

Na próxima semana vamos falar de outras vitaminas.

Beijos!


0 comentários:

Postar um comentário