GUIA DE AUTENTICIDADE DE BOLSAS

Devido à alta procura e desejo das consumidoras em adquirir uma bolsa de luxo, a revenda desses artigos seminovos se torna cada vez mais comum. Motivo pelo qual marcas como Chanel, Louis Vuitton, Gucci, Balenciaga, Jimmy Choo, Chloé, Dior, Fendi e Prada são alvos de produção de réplicas que são vendidas como originais. Porém, quem conhece a fundo o mercado de luxo sabe identificar os detalhes que tornam essas peças autênticas.


LOUIS VUITTON
  • Materiais e estampas
-  Couro legítimo – O couro utilizado para fabricação das bolsas Louis Vuitton são de excelente qualidade, apresentando um envelhecimento específico e maravilhoso com o uso;
- Canvas - Muitas bolsas da Louis Vuitton são fabricadas com um tecido produzido a partir do algodão. O canvas (lona em inglês) passa por diversos processos de tratamento para fortalecer a durabilidade e garantir a impermeabilidade;
-  Mesmo nas peças produzidas com o canvas, alças e acabamentos são apresentados em couro legítimo;

 -Cada peça tem o monograma formando uma estampa, que sempre está alinhada e simétrica. Verifique o encontro das estampas nas costuras e aplicação de bolsos.    

Metais e fechos


-  Verifique se os fechos e puxadores dos zíperes possuem inscrição com a logomarca;
-  Atente-se ao funcionamento dos zíperes presentes na bolsa. A marca realiza teste com maquinários que abrem e fecham os zíperes cinco mil vezes para garantir o padrão de qualidade do material;
· Costura
 -  Os pespontos nos produtos da marca são impecáveis e possuem o mesmo número de costuras dos dois lados das alças;
· Código de autenticidade e etiquetas
 -  Os códigos de autenticidade das bolsas Louis Vuitton, presentes no interior dos produtos, possuem letras e números. Podem ser apresentado de diferentes formas: em uma etiqueta interna ou gravado diretamente no forro, seja ele de couro ou outro material;
-  Atualmente, produtos Louis Vuitton são fabricados na França, Estados Unidos, Itália, Espanha e Alemanha. Atente-se à inscrição do local de fabricação e certifique se apresenta um desses países.



CHANEL
  • Materiais
-  As bolsas da Chanel são produzidas com couro de carneiro ou couro caviar;
- Se encontrar resíduos de cola no couro da bolsa, atenção! As réplicas são coladas, enquanto as originais são todas costuradas;


  • Metais e fechos
-  Modelo 2.55: o fecho é retangular (sem o logotipo da marca) e a alça é uma corrente composta por três elos metálicos entrelaçados;
- Modelo Flap clássico: possui fecho com a logomarca – dois C’s sobrepostos, e alça de corrente com couro entrelaçado;
- Logotipo: observe a sobreposição dos C’s no fecho da bolsa. As originais apresentam o C da direita sobre o C da esquerda na parte superior e, na parte inferior, o C da esquerda sobre o C da direita;
-  Na parte de trás do fecho, no interior da bolsa, encontram-se duas palavras: Chanel (à esquerda) e Paris (à direita);
  • Relevos
-  Relevo matelassê: nota-se o encaixe perfeito dos padrões em todos os ângulos – no encontro da aba da bolsa com o corpo, nas laterais e na aplicação de bolsos;
  • Etiqueta interna
-  Na parte interna da bolsa, a  logomarca da Chanel encontra-se centralizada e gravada em folha de alumínio da cor dos metais;
  • Holograma
-  A etiqueta, o adesivo e o design do holograma variam de acordo com a data de fabricação.As produções mais recentes, a partir do ano 2000, contam com adesivo revestindo a etiqueta. Esse adesivo possui um leve brilho (como purpurina), corte nas transversais e o número de série, que varia entre sete e oito dígitos. Esse número é exatamente o mesmo do cartão de autenticidade que vem acompanhando a bolsa.



GUCCI
  • Materiais
- Couro: todos os produtos da Gucci são fabricados com tiras de couro legítimo;
 - Costuras: os pespontos devem estar alinhados e perfeitos;
-  Ícones impressos no material: os G’s que formam o padrão das peças da Gucci devem estar visíveis e padronizados, e não borrados ou cortados. As bolsas em couro possuem o GG marcado no couro, formando uma estampa, nunca impressos em cima da superfície do produto.


 Etiquetas e número de autenticidade
-  O número de cada peça da Gucci está na parte de trás da etiqueta interna, o número superior indica o código do modelo da bolsa. Para os modelos atuais, esse número possui 6 dígitos. A logo da Gucci deve ser limpa e precisa, e possuir o inscrito "Made in Italy" embaixo.
· Metais e fechos
-  Os metais e fechos dos produtos da Gucci devem ser pesados e muito bem feitos, e normalmente possuem a logo da marca inscrita. Os zíperes podem ser feitos tanto em metal quanto em plástico. Se for de metal, eles devem ter o nome da Gucci gravado.
· Acessórios
- Quando o vendedor da peça nos disponibiliza, nós também inspecionamos a embalagem e os livretos, que devem ser também impressos. As embalagens antigas eram pretas e pratas, depois foram trocadas para cor de mel e, agora, as mais recentes possuem tom de marrom escuro.
(Fonte: Etiqueta Única)

Gostaram? Espero que sim!
Para quem gosta de grandes marcas, a minha dica é o site Etiqueta Única.
O Etiqueta Única é um site pioneiro em serviços de autenticidade, avalição e exposição virtual para venda de produtos de luxo. São cerca de 8.000 peças no ar, com uma média de 40 novas por dia. As bolsas são os artigos que mais atraem, representando 40% das intermediações. Entre as marcas, Louis Vuitton, GucciChanel,Balenciaga, Dolce&Gabbana, Diane Von Furstenberg, Marc Jacobs, Fendi, Celine, e as nacionais como Cris Barros, Paula RaiaMixed entre outras. As peças depois de analisadas e avaliadas passam por higienização e sessão de fotos. A veracidade das imagens e a descrição fiel do estado de uso dos produtos não cria frustrações, dando credibilidade ao negócio. São mais de nove mil clientes cadastrados, além de 200 mil acessos por mês. Atendem em grande parte o público feminino mas, recentemente também estão trabalhando com produtos masculinos, outro nicho que tem crescido bastante.


Beijos!!


0 comentários:

Postar um comentário